Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \30\UTC 2009

Somos todos Diferentes

Uma gatinha charmosa que gosta de tomar chá, na xícara, de canudinho… Um macaco todo alegre que adora suco de jiló… Um divertido sapo que sempre usa dois relógios… O que esses simpáticos animaizinhos têm em comum com milhões de crianças em todo o mundo?

Eles têm algum tipo de deficiência física, intelectual, visual ou auditiva – e também muita personalidade! As necessidades deles são diferentes, mas seus direitos são iguais aos de todas as crianças: ir à escola, passear, brincar e ter muitos amigos!

😀

Read Full Post »

Muita gente me pergunta quanto custa adaptar um sanitário para pessoas com deficiência.

Para matar a curiosidade e também para pessoas interessadas terem um parâmetro, aí vai esse post.

O sanitário acessível não é tão barato.

Vou passar os preços de um sanitário adaptado padrão, encontrado em agências bancárias.

O total fica em R$1.873,50 !

Não precisamos usar esses produtos, como por exemplo a bacia sanitária com essa abertura frontal.

Basta que o vaso sanitário tenha altura de 45 centímetros. Esse vaso com abertura frontal é utilizado por pessoas que tem bolsa de colostomia, porém, não está na Norma de Acessibilidade.

As barras de apoio devem seguir medidas da Norma e serem bem afixadas. Já vi sanitários em que foram adaptados corrimãos que sobraram da escada!

 

Read Full Post »

Palco

Caetano Veloso e Dinho Ouro Preto cairam do palco recentemente.E quantas pessoas já não devem ter caído?

Aí eu lembrei de um item da Norma de Acessibilidade!

Se a borda do palco tivesse em destaque para o artista, ele prestaria mais atenção.

Já me falaram que fica feio. Pode até ficar feio… mas a segurança vem antes da beleza, não é?

[Lembrando que os princípios básicos de acessibilidade são: autonomia, segurança e conforto.]

Este tipo de sinalização só quem precisa vai ver: quem está em cima do palco.

🙂

Lembrando que o piso tátil deve estar sempre em contraste com o piso existente, o que também é ótimo para shows escuros.

O metro linear do piso tátil (ou 4 unidades) custa em média R$20,00.

 

 

Read Full Post »

Nada melhor que exemplos práticos para ensinar o quanto é importante a questão do Desenho Universal: espaço projetado para atender todas as pessoas, independente de sua diversidade.

O Desenho Universal deve proporcionar autonomia, conforto e segurança para TODAS as pessoas.

Então, no curso que dei em Campo Grande MS, tive a ajuda de um casal que serviu de exemplo. A Mirella e Nelson percorreu comigo e os alunos o campus de uma faculdade de arquitetura, e vejam só como não foi tão fácil:

Esse tipo de porta é muito pesada. Além disso há um desnível para entrar nesta sala. O piso é de mosaico tipo português, que causa muita trepidação para pessoa em cadeira de rodas!

Neste ambiente só existe este telefone público, que está muito alto. Se fosse 50 centímetros mais baixo atenderia todas as pessoas. O Nelson não consegue ver o visor onde aparece o número digitado.

A Mirella precisou de ajuda para descer esta rampa. O piso causa trepidação, e em uma descida a pessoa pode cair pra frente da cadeira.

Em rampas é necessário que o corrimão tenha duas alturas justamente para pessoas em cadeiras de rodas terem acesso ao corrimão. Neste caso há apenas uma altura. A parte de baixo não é corrimão, pois possui interrupções. O corrimão deve ser sempre contínuo.

As duas alturas são necessárias também para anão e criança.

Sobre este corrimão tem muito mais itens da Norma a serem analisados, mas estes que citei aqui são os principais.

Esse tipo de mesa mais alta, com bancos mais altos, não atende todas as pessoas. A altura universal de uma mesa é de até 75 centímetros. Deve também ter aproximação frontal.

O balcão também é alto e tem um degrau para se aproximar. Dificilmente o atendente perceberá que existe ali uma pessoa precisando de atendimento.

Uma forma adaptada seria ter uma parte do balcão mais baixa.

Um balcão com desenho universal seria ter toda sua altura com 73 centímetros, assim todas as pessoas seriam atendidas igualmente.

Muito obrigada Mirella e Nelson. Com bom humor este casal enfrenta os descasos arquitetônicos do dia a dia!

Com certeza os alunos do curso de arquitetura vão lembrar do Desenho Universal na hora de projetar!

😀

Read Full Post »

Curso Arquitetura Acessível

Queridos leitores, esses dias eu não postei aqui no blog por que estava em Campo Grande – MS, dando curso de Arquitetura Acessível!

Quem me convidou foi o CREA MS e a Rosana Puga (@rosanapuga), presidente da Adone.

mrktg

Nesse curso eu falei sobre Noções Básicas de Arquitetura Acessível, mostrei algumas fotos minhas em vistorias, e dei exemplos de boas iniciativas na área de acessibilidade que não estão na Norma Técnica.

DSCF8009

Eu e os 120 alunos fizemos algumas vistorias juntos, para que eu mostrasse na prática como é feita uma vistoria!

DSCF8055DSCF8120DSCF8077

Infelizmente eu não tenho todas as fotos!

Essa quinta feira e sexta feira de tarde a gente fez vistorias nas duas faculdades de arquitetura e em um parque municipal de Campo Grande. E durante a noite eu ensinei meus métodos para fazer vistoria e laudos técnicos! Mostrei também para os alunos quatro projetos que eu fiz.

No sábado de manhã os alunos fizeram sua primeira vistoria no edifício do CREA MS, e o resultado foi fantástico!

Com certeza esses futuros profissionais sairam do curso com um outro olhar. Sempre que forem projetar vão lembrar das minhas orientações. Esses três dias foram bem puxados, foi um curso intensivo, tentei passar todo meu conhecimento de 5 anos e posso dizer que consegui. Minha missão foi cumprida.

🙂

Read Full Post »

Sem tempo!

Olá Queridos leitores,

Estou sem tempo para postar, mas é por um ótimo motivo: estou trabalhando muito!

Quem tiver alguma dúvida sobre acessibilidade pode entrar em contato comigo no e-mail thaisfrota@thaisfrota.com

Beijo e até o próximo post! 🙂

Read Full Post »

Clube Escola

Fiz a minha monografia da Pós Graduação em Acessibilidade sobre “Idosos e o Lazer”.
Escolhi o Clube Escola (da Prefeitura de São Paulo) para fazer uma Avaliação Pós Ocupação do ambiente construído.

Apesar de parecer que o maior público do Clube Escola seja de crianças, não é! O público que mais frequenta são os idosos!

A elaboração de projetos para a terceira idade, criando condições para promover sua autonomia, sua integração e sua participação efetiva na sociedade, assegura ao idoso o direito de exercer sua cidadania.

Fiz uma pesquisa durante dois meses, analisando o entra e sai de pessoas do Clube Escola Butantã. Foi fácil, pois da janela de casa, que fica em frente o Clube, eu posso observar!

gráfico frequencia

Com isso eu elaborei um questionário para saber dos idosos que frequentam o Clube, quais os pontos positivos e negativos, pois ninguém melhor que o próprio usuário para falar sobre o espaço. Essa investigação é muito importante para saber quais melhorias devem ser feitas, que parte é mais frequantada, onde os idosos tem mais dificuldades de locomoção, se conseguem acessar com facilidade o Clube e todas as dependências, enfim.

A maioria dos idosos entrevistados frequentam o Clube há mais de 30 anos!

clube escola

A maioria dos percursos são difucultados: diferentes tipos de piso, diversas escadas devido a topografia do terreno, área com limo por falta de manutenção, etc. A parte de sinalização é precária. Não há sanitários adaptados próximos as edificações mais frequentadas pelos usuários.

Nada desses fatos foram relatados pelos idosos! Por ter esses “obstáculos”, os idosos chegam no Clube e se direcionam para suas salas de atividades e deixam de interagir e caminhar pelo Clube. Já aconteceram acidentes com idosos em dias de chuva, e esse é mais um motivo que acaba limitando os idosos a não caminharem dentro do Clube Escola Butantã.

Há pouco tempo foi instalada uma cobertura na quadra esportiva. Nas avaliações foi constatado que as quadras só são utilizadas nos finais de semana. Esta verba seria melhor investida se fossem feitas melhorias para os frequentadores diários (idosos), que precisam de sanitários adaptados, reforma na sala de bocha, espaço para almoxarifado e mais conforto na sala de yoga.

Este questionário de Avaliação Pós Ocupação, se aplicado em outros Clube Escolas, podem detectar pontos positivos e negativos diferentes desses encontrados aqui. E se detectarmos as falhar de ambientes, vamos colaborar para melhorar a qualidade do lazer para os idosos.

😀

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: